ir parar home > Blog > Pretende fazer seu Doutorado no exterior e tem dúvidas de como iniciar este processo?

Pretende fazer seu Doutorado no exterior e tem dúvidas de como iniciar este processo?

A decisão de fazer um doutorado no exterior não é nada fácil e como proceder com a candidatura pode ser um pouco confuso.

O processo de candidatura pode variar de acordo com o programa e universidade e também dependerá de como o programa será financiado. O programa de pesquisa pode ser financiado por investimento próprio, por financiamento oriundo do país de origem ou subsidiado pela própria universidade estrangeira, empresas ou governo do país de destino. O futuro pesquisador necessita encontrar um potencial orientador na universidade estrangeira, desenvolver sua proposta de pesquisa e obter os meios de financiamento. Já os doutorados subsidiados pela universidade ou governo do país de destino, possuem processos e requisitos variados e muito similar ao processo de candidatura de um emprego.

 

Doutorado com financiamento da universidade estrangeira

Cada programa conta com suas peculiaridades e pré-requisitos. É preciso primeiro pesquisar e revirar o site das universidades para se familiarizar com o programa e as características e condições da bolsa de doutorado. Geralmente essa modalidade já precisa de um projeto de pesquisa muito bem desenvolvido e de interesse da universidade. Este processo costuma ser muito criterioso e com requisitos específicos. Existe um edital com prazos muito bem definidos e requisitos muito específicos. A dica é pesquisar no próprio site das Universidades.

 

Doutorado financiado pelo estudante ou agências de fomento à pesquisa do país de origem

Neste caso o pesquisador (a) deve seguir os seguintes passos:

1. Pesquisar universidades e departamentos para encontrar uma oportunidade de pesquisa que corresponda à sua proposta.

2. Identificar possíveis orientadores interessados na sua proposta de pesquisa. Você pode fazer isso entrando em contato com o departamento e equipe de admissões ou pesquisando nos links de pós-graduação das universidades. É importante acessar o histórico e perfil de cada professor/pesquisador no site das universidades. Isso não é obrigatório, mas a universidade encoraja a indicação de seu(s) orientador(es) preferido(s) no momento da
candidatura. Isso também não garante a entrada no programa, mas sem dúvida nenhuma é uma boa dica fazer este contato com possíveis orientadores antes de enviar a sua candidatura à universidade. Eles podem indicar possibilidades e sinalizar interesse em sua proposta.

3. Finalizar sua proposta de doutorado dentro dos parâmetros e prazos estabelecidos pelas Universidades no exterior.

4. Candidatar-se às oportunidades de financiamento, como bolsas de estudo no país de origem (Ex: CAPES, CNPq). Estas agências de fomento à pesquisa estão regularmente apresentando oportunidades de doutorado integral, doutorado sanduíche e oportunidades de Pós-doutorado também.

5. Realizar a candidatura para a universidade. A assessoria educacional pode te auxiliar neste minucioso processo, pois são muitos detalhes, prazos e procedimentos com relação ao visto de cada destino também.

 

Para aqueles alunos que ainda não possuem um projeto de pesquisa bem desenvolvido uma alternativa é realizar o próprio mestrado como excelente alternativa de ingresso no Doutorado. É possível realizar o Mestrado em Philosophy (MPhil) ou em Research (MRes), ambos proporcionarão habilidades e conhecimentos necessárias para o progresso ao doutorado. Você pode cursar o mestrado e progredir para o doutorado dentro da própria universidade. Neste caso teria o abatimento do primeiro ano no tempo total do doutorado. Caso o ingresso seja direto no doutorado o tempo de duração é em média de 4 anos, já para aqueles que fazem o mestrado (MPhil ou MRes) seria o primeiro ano de mestrado + os três anos restantes do Ph.D. É geralmente conhecido como um Top up (1+3).
Entre as vantagens de se cursar o Mestrado no exterior está a possibilidade de desenvolver seu projeto de pesquisa in loco e também o relacionamento com possíveis orientadores para sua pesquisa e possibilidades de bolsas em diversas universidades.
Importante lembrar que a assessoria educacional pode auxiliar o estudante/pesquisador com uma curadoria de opções e todas orientações sobre o processo de ingresso. Para mais informações entre em contato com a gradeUP através do e-mail info@gradeup.com.br.